Pedra Bela: o regresso!


Estas e outras fotografias de "Pedra Bela: o regresso!" no Picasa...

 http://picasaweb.google.com/serra.do.geres.com/PedraBelaORegresso#


 

Se quiser ver as fotografias no tamanho original, clique nelas.

 

No Youtube...

 

No WIKILoc...

 


 Serra!
E qualquer coisa dentro de mim se acalma…
Qualquer coisa profunda e dolorida,
Traída,
Feita de terra
E alma.

 

x paisagem peq   zzn novo torga peq   d subida peq
A um dedo de distância...    Serra!   

Subida aos céus...

 

Uma paz de falcão na sua altura
A medir as fronteiras:
- Sob a garra dos pés a fraga dura,
E o bico a picar estrelas verdadeiras…

 

Miguel Torga – Gerês, Pedra Bela, 20 de agosto de 1942 – Diário II

 

Na placa descerrada no dia 12 de agosto de 2007, junto ao Miradouro da Pedra Bela

100 .º aniversário do Nascimento de Miguel Torga

 

f parque fonte curral gaio peq   h fonte curral gaio peq   j subida peq
Na pedra talhada pelo Homem...    Fonte do Curral do Gaio...   

Para o alto...

 

"...qualquer coisa dentro de mim se acalma..." quando penso subir à Serra. Por vezes temos de reconhecer de que nem sempre estamos nas melhores condições físicas para cumprir as palavras de Miguel Torga mas o destino é mais forte do que nós.

 

j subida pedra nevoeiro peq   m subida pinheiros peq   n entroncamento peq
Outro mundo...    Casca de pinheiro...   

Encruzilhada: à direita.

 

Só Deus, seja ele qual for, para ter criado este lugar.

O céu está a um dedo de distância e a vista que se avista apenas torna claro o regresso...

 

o aproveitamento piscicola peq   r placas peq   s parque peq
Água sempre presente.    Direção: Pedra Bela!   

Estacione.

 

 

t explicacao peq   u placas peq   v caminho miradouro peq
Dedo...    Passagem para a perfeição...   

O caminho de "Deus".

 

Se estou perto dos céus, do encanto celestial, de Deus, então subir até Ele torna-se uma peregrinação feita buscando-O a cada recanto. Vejo-O na casca do pinheiro que deliciosamente cobre a árvore e motiva a aranha a tecer a sua teia, na folha lilás que, ziguezagueando, se encosta no chão, na pedra talhada pelo homem armada em mesa de inumeráveis convívios familiares, no beijo prolongado a que duas almas se emprestam, na crina esvoaçando ao vento, no mastigar horizontal do cabril...

 

z fotos peq   za 1 peq   zb para baixo peq
Recordação - regresso.    A nossos pés...   

Sob a garra...

 

Mas onde Ele está é lá no alto, onde está "... o bico a picar estrelas verdadeiras..."

Aqui a visão se alarga, o peito enche-se de ar, os olhos se arregalem abrindo a íris e tornando-a espelho de beleza magnífica onde se fixa a Portela do Homem, a Mata de Albergaria, o Pé do Cabril, a Calcedónia, a foz do Caldo, a Caniçada...

 

zc paisagem peq   zd paisagem peq   ze 3 peq
Esta contemplação...    Esta coisa profunda...   

O novo...

 

zf paisagem peq   zj velho peq   zl passagem peq
Re-gradi...    Indicação.   

Páscoa para o novo...

 

A nossos pés, "... sob a garra dos pés a fraga dura", o magma, a rocha milenar indicando que as forças desse Deus ali estiveram e estão presentes.

Esta contemplação, esta experiência, esta epifania provoca-nos "... uma paz de falcão na sua altura; a medir as fronteira..." daquilo que nós somos e daquilo que Ele é. Aqui somos um só."

 

zm saida peq   zs novo peq   zt novo peq
Aranhas tecendo...    Compartilhando...   

De novo...

 

zv novo peq   zx fonte peq   zzga peq
Escadas para o céu.    Fonte do miradouro.   

...

 

Essa "...coisa profunda..." faz-nos voltar a caminhar, caminhar de novo a este local, regradi, regressar... 

 

zz novo peq   zza novo peq   zzb novo peq
...    Uma paz de falcão...   

Aqui somos um só...

 

zzc novo paisagem peq   zzg novo paisagem peq   zzl novo parque peq
Essa coisa profunda...    Faz-nos voltar a caminhar.   

Na folha lilás ziguezagueando...

 

É isso! Não resisto. Tenho de me ir mas regressarei.

 

 

zzq descida peq   zzr cruz erm arado peq   zzv ermida peq
 Adeus.    À direita...   

 Para a Ermida.